Cláudio Oliveira

 

Menu

Links

Conheça o Blues


Muddy Walters

O Blues é um estilo musical vocal e instrumental que evoluiu dos espirituais, cânticos e canções de trabalho afro-americanos e tem a sua raiz estilística na África Ocidental. O “blues” tem sido a maior influência da música popular ocidental e americana, com expressão no ragtime, jazz, nas big bands, rhythm and blues rock and roll e na música country, como também na música pop convencional e até na música clássica moderna.

As primeiras formas de blues apareceram nos fins do século XIX e princípios do século XX no delta do Mississippi nos estados do sul dos EUA, usavam instrumentos simples como, guitarra acústica, piano e harmônica (blues harp)

A escala do blues é encontrada frequentemente noutras formas musicais que não o blues. Em músicas como “Blues in the night” de Harold Arlen, Baladas de blues como “Since I fell for you” e “Please send me someone to love” e até em trabalhos orquestrais como Rhapsody in Blue e “Concerto in F” de George Gershwin. De facto a escala do blues está onipresente na música popular dos nossos dias.

Frequentemente o blues toma a forma de uma narrativa solta, muitas vezes com o cantor recitando as suas desgraças. Muitos dos blues antigos contêm letras corajosas e realistas, contrastando com a maior parte da música que era escrita na altura. Os exemplos mais drásticos são; Down in the alley de Memphis Minnie, que fala de uma prostituta que vende sexo num beco.

Nos fins do Século XIX e pricípios do Século XX, W. C. Handt levou os blues para além da linha, tornando-o respeitável, e mesmo bem recebido. Este músico, compositor e orquestrador foi a chave para a popularidade dos blues, conhecido como “Father of the blues”, (O pai do blues), Handy foi o primeiro a transcrever e a orquestrar o blues quase como um sinfonia. Extremamente profícuo em toda a sua longa vida, o grande marco de Handy foi “St. Louis Blues”.

Bandas de Jazz gravam por vezes música de blues. Por volta de 1920 o blues tornou-se um elemento de destaque da música popular norte-americana. Com o desenvolvimento da indústria discográfica, houve um crescimento da popularidade de cantores e guitarristas de country-blues como Blind Lemon Jefferson, Bling Blake, Son House, Robert Johnson, Charley Patton e Mississippi John Hurt, uma mão-cheia de músicos que influenciaram o blues, e mais tarde muitos dos músicos rock. Os discos destes artistas ficaram conhecidos como “race records” (discos raciais), devido a se destinarem quase exclusivamente a audiências afro-americanas. Cantoras de blues existiam também na altura, e muito populares, destacando-se, Mamie Smith, Gertrude “Ma” Rainey, Bessie Smith e Victoria Spivey.

Em 1940 e 1950, o desenvolvimento da urbanização e o uso de amplificação sonora levaram ao blues eléctrico, muito popular em cidades como Chicago e Detroit, e os melhores exemplos são artistas como Howlin’ Wolf, Muddy Waters e John Lee Hooker. O blues eléctrico terá sido eventualmente o “pai” do rock and roll.

O apelo do blues continuou forte nas décadas seguintes. A música do American civil rights movement, Black pride movement e do Free speech movement nos Estados Unidos fez ressurgir o interesse pelas raízes da música americana em geral e na anterior influência da música afro-americana em particular. Músicos como Eric Clapton, Janis Joplin e Jimi Hendrix, influenciados tanto pelos primeiros bluesmen como pelos mais recentes, levaram o blues a uma audiência cada vez mais nova. Através destes músicos e de outros, anteriores e posteriores, o blues influenciou definitivamente o desenvolvimento do rock and roll.

Assim como mestres do blues como, John Lee Hooker, B.B. King e Muddy Waters continuaram a tocar para audiências entusiastas inspirando novos artista a mergulhar no blues tradicional, tais como Taj Mahal (músico). A música de Mahal foi proeminente no filme Sounder nomeado para os Óscares de Hollywood em 1972, protagonizado por Cicely Tyson e Paul Winfield; a ação passava-se no Louisiana dos anos 30, e foi muito importante no reviver do interesse na velha escola do blues acústico. Oito anos depois, o filme The blues brothers foi também muito importante para ajudar ao conhecimento do blues urbano do Século XX por parte das gerações mais novas.

Desde aí, o blues tem continuado a crescer tanto na sua forma tradicional como em novas direções através de músicos como Taj Mahal, Robert Cray, Bonnie Raitt, Keb’ Mo’ e outros.

Intérpretes de blues aparecem virtualmente em praticamente todos os estilos musicais. Ver Lista de músicos de blues para mais informação.

O blues aparece nos lugares mais surpreendentes. O tema da série televisiva Batman, era blues assim como o primeiro êxito de Fabian, “Turn me loose”. Da mesma forma, muitos clássicos do Jazz tal como “Now’s the time de Charlie Parker, também usou o blues instrumental. A primeira grande estrela da Country music, Jimmie Rodgers, era também um intérprete de blues.

-------------------------------
EXPRESSÕES MAIS USADAS NO BLUES
-------------------------------

Alcorub: Significa esfregar álcool para amenizar dores musculares e ósseas. Além disso, era também utilizado para inalar, uma forma para ficar "doidão". Sua inalação não era aconselhável. Era barata, fácil de ser obtida e mesmo sendo um veneno acumulativo, algumas pessoas desesperadas por álcool fizeram uso, sofrendo efeitos adversos.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Tommy Johnson - Canned Heat Blues

back door man ou friend: Era o amante de uma mulher casada que fugia pela porta de trás
da casa quando o marido chegava.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Blind Boy Fuller - I Crave My Pigmeat
Howlin Wolf - Back Door Man
Lightnin Hopkins - Back Door Friend

balling the jack: Era um termo muito utilizado no início do século XX na América pelos ferroviários,
e significa "correr em alta velocidade". "Jack" = locomotiva e "Balling" = trabalhar rápido. Mais tarde esta expressão ganhou outros significados, como "fazer sexo", "dançar, divertir-se". "Ball and the Jack" também era um movimento de dança nos anos 40.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Bessie Smith - Baby Doll e St. Louis Blues
Big Bill Broonzy - I Feel So Good

barrelhouse: Refere-se a uma bebida muito barata e a um estabelecimento de dança. O termo "barrel house" origina-se do lugar onde barris de bebidas alcoólicas poderiam ser encontradas. O significado do
termo veio a mudar mais tarde, referindo-se a um tipo rústico de estilo musical que provinha destes
estabelecimentos.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Big Bill Broonzy - I Feel So Good
Blind Lemon Jefferson - Change My Luck Blues
Ma Rainey - Barrel House Blues
Muddy Waters - Rollin And Tumblin
Robert Johnson - Traveling Riverside Blues

biscuit: Uma desejável jovem garota era chamada de "biscuit" e uma boa amante era chamada de "biscuit roller".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Robert Johnson - If I Had Possession Over Judgment Day
Alvin Youngblood Hart - Big Mamas Door

black cat bone: Parte da magia negra para trazer um amor difícil. Todo gato preto traz consigo um osso que irá garantir a seu possuidor invisibilidade ou poderá ser usado para trazer de volta um amor perdido. Para assegurar-se deste osso, um gato preto deve ser jogado vivo dentro de um caldeirão
de água fervendo à meia-noite. O animal morre em agonia e o praticante ferve a carcaça até que a carne se solte dos ossos. Uma vez achado, o osso do gato preto é carregado em uma sacola mágica e untado com óleo Van Van para trazer de volta o amor perdido. O óleo ou a gordura do gato é engarrafada para ser usada como vela e para afastar invejosos.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Muddy Waters - Got My Mojo Working
Buddy Guy - When My Left Eye Jumps
Willie Dixon - (Im Your) Hoochie Coochie Man

boogie chillun: "Chillun" é simplesmente uma pronuncia sulista para a palavra "children" (criança).
A palavra "boogie" possui vários significados: "mover-se rapidamente", "dançar (rock)", e "festejar".
Onde a palavra pode ser encontrada:
John Lee Hooker - Boogie Chillun

canned heat: Uma bebida letal obtida através da extração de álcool que era vendido como combustível para cozinhar fora de casa. Poderia ser comprada de comerciantes que fizeram muito dinheiro com este processo. Uma bebida similar poderia ser obtida após filtrar álcool contaminado de determinadas marcas de polimento para sapatos.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Memphis Jug Band - Better Leave That Stuff Alone
Sloppy Henry - Canned Heat Blues
Tommy Johnson - Canned Heat Blues

captain: Capitão de uma prisão.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Big Bill Broonzy - John Henry
Leadbelly - Jumpin Judy, Midnight Special e Take This Hammer
Robert Johnson - Last Fair Deal Gone Down
Son House - Country Farm Blues
Blind Lemon Jefferson - Prison Cell Blues

Casey Jones: Engenheiro de locomotivas que tornou-se um herói e uma figura popular no final do século XIX.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Mississippi John Hurt - Casey Jones
coffee grinder/grinding: Uma metáfora para "amante" ou "fazer amor". Muitas metáforas usadas no blues foram derivadas de um processo de culinária ou outra atividade intimamente relacionada à culinária. "Honey" era utilizado para pessoas de pele fina e clara, assim como "Coffee" para pessoas de um tom de pele mais profundo. "Grinding" significa "fazer sexo".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Lucille Bogan - Coffee Grindin Blues
Bessie Smith - Empty Bed Blues
Memphis Slim - Grinder Man Blues
Memphis Minnie - Whats The Matter With The Mill
Muddy Waters - Cant Get No Grindin

cold in hand: Significa estar sem dinheiro.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Lucille Bogan - Drinking Blues
Bukka White - District Attorney Blues
Bumble Bee Slim - No Woman No Nickle

crepe(r): Uma mulher em questão colocaria um crepe(r) em sua porta para declarar a morte de seus sentimentos por um homem.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Son House - Jinx Blues, I Aint Goin Cry No More e Special Rider Blues

doney/doe: Uma mulher sem caráter (uma gíria que não é mais utilizada hoje em dia).
Onde a palavra pode ser encontrada:
Charley Patton - Revenue Man Blues (Version 1) e (Version 2)
Elmore James - Dust My Broom
Robert Johnson - I Believe Ill Dust My Broom

dry long so: A frase é uma discrição dialética de "ser pobre".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Robert Johnson - Come On In My Kitchen (Take 1)
Skip James - Hard Time Killing Floor

dust my broom: Provavelmente significa "estar prestes a ir embora".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Elmore James - Dust My Broom
Robert Johnson - I Believe Ill Dust My Broom

eagle rock: Uma das mais populares danças dos anos 20, assim como "Ball the Jack".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Bessie Smith - Baby Doll
Blind Willie McTell - Kind Mama

easy rider: Também conhecido como cc rider ou see see rider, é uma metáfora de blues para um parceiro sexual. Originalmente ele referia-se à guitarra pendurada nas costas do bluesman enquanto viajava. A palavra "easy" tem diferentes significados para homens e mulheres: aplicada à uma mulher, é uma expressão de admiração, mas aplicada à um homem, este geralmente carrega o significado de uma pessoa infiel e desonesta.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Big Bill Broonzy - C C Rider
Ma Rainey - Jelly Bean Blues e See See Rider
Mississippi John Hurt - See See Rider
Bessie Smith - Rocking Chair Blues

faror: Um sinônimo do Mississippi blues para "namorada". "Faror" é uma gíria sulista para "fair one" (fiel).
Onde a palavra pode ser encontrada:
Mississippi John Hurt - Big Leg Blues
Mississippi Sheiks - Stop Look And Listen No. 2
Tommy Johnson - Cool Drink Of Water Blues (Version 1)

Georgia Crawl: Poderia ser uma dança originada na Georgia, provavelmente menos sexy do
que outras danças do blues.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Blind Willie McTell - Kind Mama e Broke Down Engine
going up the line / going down the line: Provavelmente "line" significa uma rota ferroviária, portanto,
"going UP the line" significa "viajar em direção ao Norte" em um trem, e, "going DOWN the line" seria
dirigir-se no sentido sul.
Pode ser entendido que essa expressão foi utilizada por homens durante a guerra civil. Quando uma oportunidade para relaxar na cidade surgia, uma viagem às casas de prostituição era favoravelmente chamada de "going up the line" ou "going down the line".
Onde a palavra pode ser encontrada:
B.B. King - Everyday I Have The Blues (Version 3)
Little Walter - Up The Line
Memphis Minnie - Chickasaw Train Blues e Ma Rainey

goofer/goofy dust: É uma terra bem porosa, tipo pó, que era colhida de um túmulo preferivelmente
de uma criança. Esse pó era colocado em cima do travesseiro da vítima, em volta de sua casa ou em suas roupas, de maneira a jogar o encantamento na vítima ou trazer a morte (magia negra).
Onde a palavra pode ser encontrada:
B.B. King - You Put It On Me
Bessie Smith - Lady Luck Blues
Willie Mabon - I Dont Know

high yeller: Uma pessoa negra que possuía traços finos.
Bessie Smith - Ive Got What It Takes e Young Womans Blues
Blind Willie McTell - Lord, Send Me An Angel e Talkin To Myself
Ida Cox - Cherry Picking Blues
Ma Rainey - Big Feeling Blues
Mississippi John Hurt - Big Leg Blues

hobo: Fugitivo que se escondia em um trem de carga. Quando não havia comida suficiente numa fazenda para alimentar a todos, os jovens alcançavam as trilhas esperando encontrar algum trabalho ao longo do caminho.
Memphis Minnie - Outdoor Blues
Howlin Wolf - Evil
John Lee Hooker - Hobo Blues
Bessie Smith - Young Womans Blues
King Solomon Hill - The Gone Dead Train
Hans Theessink - Sidewalk Hobo

hokum: Um subgênero de "Urban Blues", que era muito popular no final dos anos 20 e início dos anos 30. É caracterizado por ritmos bem dançantes e letras inteligentes.
honey dripper: Metáfora para amante.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Big Joe Turner - Little Bittie Gals Blues
hoochie coochie man: A palavra "hoochie" é gíria para um licor alcoólico especialmente quando é
feito ilicitamente. Apesar de não ter sido achado um significado para a palavra "coochie", na maioria
das vezes foi considerada sinônimo para genitais femininos. O termo se referiria então à um homem (orgulhoso de si mesmo), que dividia seu tempo entre bebidas e mulheres.
Pode também ser um praticamente de voodoo.
Onde a palavra pode ser encontrada:
The Jeff Healey Band - Hoochie Coochie Man
Willie Dixon - (Im your) Hoochie Coochie Man
Muddy Waters - (Im your) Hoochie Coochie Man e Mannish Boy

hoodoo: Hoodoo é a mesma coisa que Voodoo. Prática de magia originada na África e desenvolvida mais tarde principalmente no sul dos EUA. Os negros preferem utilizar a palavra Hoodoo ao invés de Voodoo.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Blind Willie McTell - The Dyin
Junior Wells - Hoodoo Man
Memphis Minnie - Hoodoo Lady
Muddy Waters - Got My Mojo Working
Omar & The Howlers - Hoo Doo Ball e Leave Here Runnin

hot foot powder: Hot Food Powder e Hot Foot Oil são fórmulas de voodoo utilizadas para afastar pessoas que não são bem vindas a sua casa. Traz paz ao lar.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Robert Johnson - Hellhound On My Trail

jelly roll: Jelly Roll é literalmente uma geléia usada em alguns tipos de bolos/tortas. No blues é uma metáfora para genitais femininos. Os termos culinários no blues são bastante comuns.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Bessie Smith - Nobody In Town Can Bake A Sweet Jelly Roll Like Mine
Bessie Smith - Aggravatin Papa & Preachin The Blues e St. Louis Blues
Blind Boy Fuller - Hungry Calf Blues
Ida Cox - Fogyism
Johnny Winter - Good Morning Little School Girl
Lil Johnson - If You Can Dish It (I Can Take It) e Sam, The Hot Dog Man
Lil Johnson - Youll Never Miss Your Jelly Till Your Jelly Rollers Gone
Lonnie Johnson - Go Back To Your No Good Man
Memphis Minnie - Frisco Town
R.L. Burnside - Georgia Women
Charley Patton - Shake It And Break It
Sonny Terry & Brownie McGhee - That Good Old Jelly

jinx: Alguém que traz muito azar.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Bessie Smith - Mamas Got The Blues & Yodling Blues
Blind Willie McTell - Scarey Day Blues
Memphis Minnie - Call The Fire Wagon e Wants Cake When Im Hungry
Charley Patton - Revenue Man Blues e Screamin And Hollerin The Blues

jitterbug(gin): Jitterbug era uma dança muito popular nos anos 40. Pode ser também estado de pânico ou nervosismo.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Bukka White - Bukkas Jitterbug Swing
John Lee Hooker - Groundhog Blues
Sonny Boy Williamson I - Groundhog Blues
Subir

jivin: Jive é uma gíria sulista para "contar mentiras". Jive tambem é um estilo de Jazz dos anos 30, menos complexo que estilos posteriores. "Jivin" = dançando o Jive.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Albert Collins - Broke & Trash Talkin
Bo Diddley - Ooh Baby
Albert King - I Get Evil
B. B. King - Nobody Loves Me But My Mother
The Jeff Healey Band - Dont Let Your Chance Go By
Keb Mo - You Can Love Yourself
Lightnin Hopkins - My Grandpa Is Too Old e The Foot Race Is On
Little Walter - Its Too Late Brother e Just Your Fool
T-Bone Walker - T-Bone Blues
John Mayalls Bluesbreakers - Ridin On The L&N
Junior Parker - Jivin Woman
Subir

juju: Um feitiço, assim como Mojo.
Onde a palavra pode ser encontrada:
B.B. King - You Put It On Me
Omar & The Howlers - Hoo Doo Ball
Subir

mojo: Feitiço usado em casos amorosos ou contra alguém. Poderes mágicos. Acredita-se que o termo em Inglês "magic" sofreu alterações ao longo dos anos, transformando-se em "mojo".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Blind Boy Fuller - Stingy Mama
Jimmy Reed - I Aint Got You
Blind Willie McTell - Scarey Day Blues e Talkin To Myself
Kenny Wayne Shepherd - Dont Throw That Mojo On Me
Muddy Waters - Got My Mojo Working, Hoochie Coochie Man e Louisiana Blues
Omar & The Howlers - Mail Order Mojo
Robert Johnson - Little Queen Of Spades (Take 1)
Hans Theessink - Hunted Man e Set Me Free
Willie Dixon - (Im your) Hoochie Coochie Man
John Campbell - Written In Stone
Subir

monkey: Desejo desesperado por drogas. "Monkey on ones back" significa um problema grande e persistente. Pode também ser considerado como genital masculino/feminino.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Omar & The Howlers - Dangerous Man e Hoo Doo Ball
Robert Johnson - I Am A Steady Rollin Man e Sweet Home Chicago
Junior Wells - She Wants to Sell My Monkey
Subir

monkey man: Gíria afro-americana para negros. É também conhecido como um "amor de fora" (amante) - assim como "back door man".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Ida Cox - Chicago Monkey Man e Wild Women Dont Have The Blues
Ma Rainey - Big Feeling Blues
Robert Johnson - I Am A Steady Rollin Man
Subir

moonshine: Whiskey vendido ilegalmente. Começou a fazer parte da história americana no início da Guerra Civil. O whiskey e o tabaco foram taxados com o intuito de arrecadar fundos para sustentar o exército. Com o final da guerra, as taxas continuaram em vigor, assim, moonshiners (produtores do whiskey ilegal) foram caçados. A estimativa do governo americano é de que naquela época foram vendidos entre 5 a 10 bilhões de galões de bebida ilegal (1 galão na América corresponde a aproximadamente 3,7 litros). Moonshiners tornaram-se populares principalmente no sul dos EUA, como Tennessee, norte da Georgia, Carolina do Norte e do Sul e Virginia.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Big Bill Broonzy - Conversation With The Blues e Good Time Tonight
Rory Gallagher - Pistol Slapper Blues
B.B. King - (Im Gonna) Quit My Baby
Memphis Minnie - Reachin Pete
Son House - Dry Spell Blues (version 2)
Ma Rainey - Barrel House Blues, Counting The Blues e Moonshine Blues
Jimmy Rogers - Sloppy Drunk
Bessie Smith - Young Womans Blues
Sonny Boy Williamson I - Moonshine
T-Bone Walker - T-Bone Blues
Alvin Youngblood Hart - Hillbilly Willies Blues

(Mr.) Charlie: Homem branco ou pessoas brancas em geral. Variações: Charlie, Boss Charlie. Além disso, mr. Charlie é provavelmente gíria de prisão para "guarda".
Onde a palavra pode ser encontrada:
Eddie Boyd - Black Brown And White
nation sack: "nation" é abreviação para "donation" (doação/donativos). Nation Sacks eram fixados nos cintos de pregadores religiosos para guardar doações que estes recebiam. Algum tempo depois a moda pegou e passou a ser utilizado também por prostitutas em suas saias e entre as pernas.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Robert Johnson - Come On In My Kitchen (Take 1)

policy game: Jogo de combinação de números.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Jimmy Reed - I Aint Got You

rambling: Divagar, caminhar sem destino.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Jimmy Rogers - Blues (Follow Me All Day Long)
Blind Boy Fuller - Weepin Willow Blues
Blind Willie McTell - B & O Blues #2
George Thorogood - What A Price
Leadbelly - Good Night Irene
Louis Jordan - I Know What Youre Puttin Down
Memhis Minnie - Nothing In Rambling
Omar & The Howlers - Midnight Ramblin Man
Robert Johnson - From Four Till Late, Hellhound On My Trail, I Am A Steady Rollin Man, Milkcows Calf Blues, Rambling On My Mind (Take 1) e (Take 2)
Skip James - Devil Got My Woman
Sonny Boy Williamson II - Santa Claus

revenue man: Oficiais do governo encarregados de procurar destilarias ilegais durante a Lei Seca. Outra possibilidade seria de um homem cobrador de impostos, taxas, etc.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Charley Patton - Revenue Man Blues

rider: Uma namorada ou amante.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Arthur "Big Boy" Crudup - Mean Old Frisco
Big Bill Broonzy - C C Rider (Versão 1) & (Versão 2)
Blind Lemon Jefferson - Prison Cell Blues
Blind Willie McTell -Come On Around To My House Mama
Blind Willie McTell - Kind Mama
New! Rory Gallagher - Pistol Slapper Blues
Charley Patton - Banty Rooster Blues / Down The Dirt Road Blues
Charley Patton - Moon Goin Down & Pea Vine Blues
Charley Patton - Pony Blues & Stoney Pony Blues
Hot Tuna - I Know You Rider
Little Walter - Mean Old Frisco
Mississippi John Hurt - See See Rider & Spike Driver Blues
Robert Johnson - Hellhound On My Trail & Traveling Riverside Blues
Robert Johnson - Stones In My Passway
Tommy Johnson - Big Fat Mama Blues

riding the blinds: Viajantes ilegais que se escondiam nos trens, entre as bagagens.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Memphis Minnie - Chickasaw Train Blues
Robert Johnson - Walkin Blues
Tampa Red - Seminole Blues
Tommy Johnson - Cool Drink Of Water Blues (Versão 1 e 2)

roadhouse: Bares situados geralmente fora dos limites da cidade, que forneciam bebidas, refeições, danças e música.
Onde a palavra pode ser encontrada:
The Jeff Healey Band - When The Night Comes Falling Down
The Doors - Roadhouse Blues

roll: O termo "roll" significa ser roubado/passado para trás, por um cafetão. O termo "roller" significaria o próprio cafetão.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Son House - Preachin Blues

rounder: Um canalha, capaz de roubar sua mulher.
Onde a palavra pode ser encontrada:
Blind Willie McTell - Delia
Bukka White - Bukkas Jitterbug Swing
Omar & The Howlers - Sugar Ditch

salty dog: Parceiro sexual.
Onde a palavra pode ser encontrada:
rev. Gary Davis - Candy Man
Hot Tuna - Candyman
Mississippi John Hurt - Salty Dog
T-Bone Walker - Papa Aint Salty No More

-----------------------------
BLUES, ENCORDOAMENTO E TIMBRE
-----------------------------

A relação espessura das cordas X bom timbre é real. É fato que cordas mais grossas produzem um timbre, corpo e sustain bem melhores, pois os captadores nada mais são do que pólos geradores de campos magnéticos, então quanto maior a massa do corpo que vibra (corda) maior será a corrente elétrica gerada.
É questionável a relação estilo musical X espessura de corda. Como sempre em música, nem tudo é feito por manual ou regras, o gosto pessoal influencia muito nesta escolha.
Existem logicamente exceções - se você pegar as bandas de metal atual (o chamado NuMetal), é quase impossível encontrar alguma banda em que o guitarrista não use cordas extremamente grossas (0.13 até 0.18), pois a maioria delas usam afinações alternativas extremamente baixas - (D, C#, C e até B) - as cordas ficam muito soltas para produzir aquele peso estrondoso e se forem finas demais, torna-se impossível tocar com estas afinações. Mas observe que muitos destes guitarristas quase não fazem solos, e bends tornam-se mais complicados... o objetivo é bater com força nas bases deste estilo.
Já no metal shreder dos anos 80 (Malmsteen, Taffola, Joe Satriani, Steve Vai, etc..) os guitarristas tinham que tocar muito rápido, então usavam encordoamento 0.9, 0.8...
Mas o gosto pessoal influencia muito...Tony Iommi do Black Sabbath, que é um dos pioneiros do heavy metal toca com cordas 0.8 e consegue muito peso - (devido a um acidente ele não tem as pontas de dois dedos, então ele tem que tocar com cordas finas e consegue o peso na pegada, regulagem de amplificadores, guitarras, captadores, efeitos, etc...)
Em compensação 90% da pegada e do timbre do já falecido guitarrista de blues Stevie Ray Vaughan devia-se a força e técnica da mão esquerda, pois ele usava 0.13 (e até 0.18 algumas vezes) e no blues, diferente do metal, tudo é feito com bends, então imagine a força que ele tinha que impor. Bastava ligar a guitarra no amplificador e já se obtinha um fantástico timbre, com pouquíssimos efeitos. Imagine fazer bends de 2 tons em um encordoamento 0.18 !!... pois ele conseguia...
Eric Clapton, Jimmy Page do Led Zeppelin e Ritchie Blackmore do Deep Purple, legendários guitarristas, usam encordoamento 0.9. Já Eric Johnson só toca com encordoamento 0.10.
Se você for tocar slide, é quase impossível tocar com cordas muito finas, o timbre empobrece de forma a não conseguir atingir os formidáveis efeitos ouvidos no blues, e também, porque um encordoamento mais fino exerce menos tensão para o uso devido do slide, gerando menos sustain e também um ruído indesejável semelhante ao trastejamento.
Enfim, existem algumas variáveis importantes na escolha da espessura da corda...
Para finalizar: uma corda mais grossa dá um som melhor, mas não é todo mundo que consegue tocar com 0.11, 0.12, e também não é toda guitarra que aguenta cordas muito grossas sem empenar braço, as mais baratas certamente não suportam.
Para o blues, provavelmente o encordoamento 0.10 tem a melhor relação timbre X suavidade, não ficando tão pesado e obtendo-se um som muito bom, principalmente se você tem uma guitarra apenas e pretende fazer bastante uso do slide.
Encordoamento 0.11 é recomendado apenas para quem tiver uma mão mais forte e quiser um timbre mais forte.
Lembre-se de que na maioria das guitarras, a regulagem de fábrica é para encordoamento 0.9. Se você pretende utilizar outra espessura de encordoamento, leve sua guitarra à seu Luthier de confiança para que ele ajuste-a para esta nova tensão evitando problemas no braço do seu instrumento.

Uma dica para quem for tocar blues e usar encordoamento 0.10 para cima em guitarras strato é dar preferencia para os trastes tipo “jumbo”, pois ajuda e muito nos bends e no sustain.

--------------------
BEFORE YOU ACCUSE ME
Eric Clapton

Before you accuse me, take a look at yourself
Before you accuse me, take a look at yourself
You say Ive been spending my money on other women
Youve been taking money from someone else

I called your mama bout three or four nights ago
I called your mama bout three or four nights ago
Well your mother said "Son"
"Dont call my daughter no more"

Before you accuse me, take a look at yourself
Before you accuse me, take a look at yourself
You say Ive been spending my money on other women
Youve been taking money from someone else

Come back home baby, try my love one more time
Come back home baby, try my love one more time
If I dont go on and quit you
Im gonna lose my mind

Before you accuse me, take a look at yourself
Before you accuse me, take a look at yourself
You say Ive been spending my money on other women
Youve been taking money from someone else